Karyne Magalhães

Abrir Menu Mobile

Tratamentos

Laserterapia – Terapia Fotodinâmica

Laserterapia: saiba mais sobre o procedimento

Sabe aquelas aftas que volta e meia aparecem e incomodam, ou famosa sensibilidade dental, algumas inflamações na boca e até mesmo o herpes, tão conhecido como sapinho? Pois é, o laser tem a capacidade de aliviar a dor, acelerar a cicatrização, reparar os tecidos e, o que é melhor ainda, ele pode “matar” todos os micro-organismos (bactérias, fungos, vírus) quando associado a uma substância que os fotossensibilize.

A laserterapia acelera a cicatrização de feridas e das mucosites provocadas pelos tratamentos de quimioterapia e radioterapia, reduzindo a dor e melhorando a qualidade de vida de quem sofre com esses tratamentos. O procedimento que trata a gengivo estomatite herpética, herpes, candidíase bucal e outras doenças provocadas por bactérias, fungos ou vírus é chamado de terapia fotodinâmica. Essa terapia não promove resistência bacteriana, tem um custo acessível, é segura e efetiva.

Na laserterapia usamos o laser de baixa intensidade. Essa terapia é grande promessa da área da saúde.

Tire algumas dúvidas sobre o procedimento:

– A laserterapia pode ser substituída por uma medicação?

Nem sempre, mas algumas vezes sim.

– A partir de qual idade as pessoas podem ser tratadas com a laserterapia?

Com qualquer idade. O tratamento é realizado de acordo com a cor da pele, raça, composição corporal, idade, tipo de lesão, de micro-organismo e estado de saúde do paciente.

– Quantas sessões de laserterapia são necessárias para o tratamento?

Isso só pode ser estabelecido após o diagnóstico.

– O laser usado nessa terapia provoca queimaduras?

Não.

– A laserterapia dói?

Não.

Iniciar conversa
Vamos agendar uma consulta?